Othelino Neto sai do PCdoB e se filia ao PDT

Othelino disse que a decisão é devido ao posicionamento divergente do seu atual partido em relação às eleições de 2022

O deputado Othelino Neto, presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão (PDT), deixou o PCdoB e anunciou, na última segunda-feira (7), em entrevista coletiva a imprensa, sua filiação ao PDT.  O ato de filiação acontecerá em março quando a Justiça Eleitoral abre a janela partidária.

A coletiva ocorreu no hall do Plenário Nagib Haickel com a presença do presidente estadual do PDT, senador Weverton Rocha, dos deputados pedetistas Glalbert Cutrim e Ricardo Rios, Neto Evangelista (DEM), Ciro Neto (PP), Wendell Lages (PMN), do diretor de Comunicação, Edwin Jinkings, e a diretora-adjunta Sílvia Tereza.

Durante a entrevista, Othelino Neto disse que tomou a decisão de mudar de legenda devido ao posicionamento divergente do seu atual partido em relação às eleições de 2022. “O PCdoB fez opção pela pré-candidatura do vice-governador Carlos Brandão; e eu por Weverton, portanto, não faria o menor sentido permanecer filiado a ele”.

O presidente do Poder Legislativo agradeceu o acolhimento que recebeu do PCdoB durante seus dois mandatos na Assembleia Legislativa e manifestou toda a sua admiração pelo PDT, “partido que tem a sua história atrelada às boas lutas do povo brasileiro, dos trabalhadores e dos movimentos sociais”.

“Brasileiros importantes marcaram a história e estiveram no PDT e, aqui no Maranhão, vamos seguir com esse projeto para manter aquilo de bom que está sendo feito no estado, liderado pelo governador Flávio Dino, mas, claro, tendo a ousadia de melhorar”, ressaltou Othelino.

Sobre a sua escolha por Weverton, Othelino afirmou que o senador pedetista tem mais a ver com a história política do Maranhão no campo popular e democrático. “O PDT se fortalece em uma candidatura viável, pois Weverton lidera todas as pesquisas e teremos uma boa chapa de deputados federais e estaduais”.

Blocos e comissões

O chefe do Legislativo Estadual também falou sobre a formação dos blocos partidários na Assembleia Legislativa, que passam a ter nova composição. Disse que em razão das eleições e das opções diferenciadas, partidos que estão juntos há oito anos, no mesmo grupo, vão se separar. “Será apenas a dinâmica normal do Poder Legislativo e as disputas internas que são naturais. Os debates poderão ser acalorados, porém respeitosos”.

Quanto à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, Othelino informou que foram eleitos os pedetistas Márcio Honaiser para presidente e Ricardo Rios como vice-presidente. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s